O governo preto e azul anunciou no final de dezembro que proibiria a venda de sementes e plantas de cânhamo.